segunda-feira, 11 de agosto de 2014

ESSA TAL DA FELICIDADE..

O que seria a tal felicidade para você?





Aquele sentimento de estado de espírito calmo e realizado, do jeitinho que costumam falar as epopéias e dicionários?


Eu vos apresento: o meu dicionário! <3
Vou ser franca: eu não sei. E enquanto olho minhas próprias fotos de ontem à tarde encantada, percebo que nesse exato momento não estou assim: de pijamas, divirto-me a escolher palavras para esse post que desejo que seja divertido e inspirador para alguém, enquanto olho encantada para minha nova aquisição de Elizabeth Gilbert, um livro recentérrimo que é Comer, Rezar, Amar- rsrs, e como (de fato) boas bolachinhas de água e sal com gergelim (ótimo aditivo saudável que todos os médicos conscientes deveriam recomendar.. arght). Isso que nem falei da belezura que está meu cabelo. Socorrroooo!

Pois bem. Vou me aprontar antes que minha mãe grite para que eu me levante (se meu namorado não fizer isso antes), e terminar esse post que me deixou tão inspirada. Eu disse que não sabia sobre aquelas especulações, e até o presente momento, ainda concordo com isso (sou dificérrima quando se trata de mudar de opinião, só para constar). :)



Felicidade para mim é se sentir livre, desafiada, conectada com mais força à alguma coisa que não seja a internet... rs E dedicar-se a fazer algo realmente bom. Entende?

Deixe-me ver se eu poderia explicar: É Como algo que você empresta para um vizinho sem fazer cara feia, ou a blusa que dá à sua melhor amiga sem cobrar.. Brincadeirinha!
Falando sério agora, nunca me esqueço quando um amigo de faculdade me disse que depois da formatura, gostaria fazer algo diferente. Eu olhei para ele com alegria e disse:

-Por que não pular de bung-jump?

Iupííi!


Ele riu e disse: -Não, Vanessa. Não desse jeito. Eu gostaria de fazer algo para ajudar as pessoas. Participar de uma ONG, sei lá, fazer algo para os outros.

Sabe o que eu senti?
Paz de espírito!

É exatamente isso! Que tal aquela mão para um desconhecido? Ou um papo com alguém que você nunca viu na vida, mas que muda todo o seu dia? É free, como diria minha querida professora Ruth, mas, sim, vale muito. Vale a pena ajudar, conversar, dividir seu tempo (e porque não sua alma) com os outros? Vale um sorriso, um estado de espírito calmo e realizado (olha!), nem que seja por alguns minutos, nem que seja por uma hora. Vale, e independente do quanto isso vale para cada um, essa é uma das coisas mais importantes na minha vida.


(Como essas fotos..) Sim! Eu sou uma chata quando se trata de tirar fotos, confesso!! Obriguei meu namorado a ser meu fotógrafo ontem, e apesar do ânimo que ele teve para isso, acabou se saindo melhor que o planejado! Quis tirar elas para explicar visualmente o que é a felicidade para mim: verde, natureza, tranquilidade, paz de espírito, olhar ao longe.. Um aditivo (hoje estou cheia deles) para buscar a sua verdadeira razão de ser.
Não à toa que considero aqui um lugar feliz, tranquilo, de pessoas idem: você sempre tem a aprender com algumas delas, e espero profundamente que tenham também a aprender conosco como recíproca. Como já dizia um bom e velho ditado: Seja legal! O mundo é uma cidade (muito) pequena!









Beijos e abençoada semana!

Vanessa Preuss




2 comentários:

Carina Gauer disse...

Vanessa!! A cada Post seu que leio, percebo cada vez mais a pessoa sensacional que vc é... Super me identifico com vc! Concordo com todas as suas palavras... e como é bom ver que no mundo ainda existem pessoas de bom coração e com uma visão tão bela da vida quanto a sua...
Adoro seu Blog! Sou super sua fan!
Bjos minha querida amiga!

Vanessa Preuss disse...

Carina Gauer!! Muito obrigada pelo carinho!! Pode ter certeza que tudo que faço é porque amo e nada mais! Também admiro sua pessoa, sua alma boa, seu jeito humilde de ser! Um beijão!
Você sempre estará no meu coração1!